Caiu o último invicto

O Gama sofreu sua primeira derrota no Campeonato Candango de 2017. Jogando no estádio Mané Garrincha diante do Sobradinho, o escrete alviverde sentiu os desfalques e o cansaço acabando por virar presa fácil para os meninos do Sobradinho. No final do jogo o placar de 3×1 para o rival acabou ficando barato para o maior campeão candango.

Com a derrota o Gama permanece na vice-liderança com 20 pontos seguido de perto pelo Ceilândia – seu próximo adversário – com 19. Já o Sobradinho saltou da nona para a quinta posição.

No início parecia que tudo daria certo para uma nova vitória alviverde. Mesmo com a torcida bastante pequena para níveis do Gama, o público incentivava seus times com palavras de ordem. Com apenas quatro minutos de jogo Baiano cobrou escanteio, a zaga afastou mal e Alvinho chutou por cima do gol de Leonardo.

Pouco tempo depois o Sobradinho abriu o placar. Thiago fez ótima jogada de linha de fundo, o goleiro Jorge bateu cabeça com a zaga e a bola sobrou limpa para Kelvin ex-Gama desviar para o gol. Sobradinho 1×0. O Gama quase empata aos 23′ quando Alvinho ganhou da marcação e cara a cara com o goleiro chutou por cima levando a torcida alviverde à loucura.

Mas no lance seguinte o matador não perdoou. Michel Pires cruzou bola da esquerda e Alvinho bem posicionado chutou rasteiro e a bola estufou as redes de Leonardo. 1×1. O Gama mal teve tempo para comemorar e o Sobradinho novamente ficou em vantagem no placar. China recebeu pela esquerda, se livrou da marcação e acertou um tirambaço no ângulo do baixinho Jorge Miguel. Sobradinho 2×1.

Alvinho novamente quase empata mas após cobrança de escanteio de Baiano a bola acabou saindo na linha de fundo. A resposta veio nos pés de Kelvin que fez boa jogada pela direita e na hora da conclusão chutou em cima de Jorge Miguel. Neste momento o meia Michel Pires deixa o gramado com dores na coxa para a entrada de Rafinha Carletti.

No segundo tempo a surpresa: Alvinho deixa o campo por cansaço e Gueldini coloca o improdutivo Potita. Se no primeiro tempo o Sobradinho foi um rolo compressor, no segundo o Leão da Serra mudou a postura e passou a cozinhar o jogo. O Gama então tentou de forma desordenada se infiltrar na zaga alvinegra mas sem sucesso.

Depois de muitas caneladas para fora foi a vez do lateral direito Marcos Baiano pedir substituição. Gueldini então queima a última troca colocando o contestado Kaká. O lateral entra como segundo volante enquanto Everton foi para a direita. A torcida não gostou nada do que viu em seguida: mutos erros de passe, pouca objetividade e futebol modorrento. Mas como diz o ditado, nada é tão ruim que não possa piorar: Michel Jardim divide com o atacante do Sobradinho e acaba lesionado. Depois de alguns minutos (chegou a ser carregado pelo DM), Jardim vira atacante enquanto Glaybson foi para a zaga.

Aos 34′ veio o golpe de misericórdia do Sobradinho. Glaybson perde bola no ataque, o minilateral direito do Sobradinho Andrezinho dá um chutão para Betinho cara a cara com Jorge escolher o canto e marcar o terceiro gol. Daí em diante bastou ao Leão segurar a vantagem até o apito final.

O zagueiro Bronzatti falou que o time não foi bem:”Sabíamos que ia ser um jogo difícil, que cedo ou tarde isso iria acontecer. Mas futebol quando se deixa um minuto para o adversário já é complicado imagina quarenta e cinco. A gente não fez um bom primeiro tempo, melhoramos a nossa postura no segundo, mas aí na intenção de ir para cima e virar o jogo acabamos levando o terceiro e ficamos sem reação”.

O técnico Augusto César disse que estudou o time do Gama e mudou o esquema tático com os reforços para furar a boa zaga do Periquito: “Nós tínhamos que penetrar na boa zaga do Gama, tínhamos que fazer jogadas pelo meio até porque a zaga deles e muito bem formada, quase não tomou gol no campeonato. Aí eu mudei o esquema, saí do 4-3-3 e fui para o 4-4-2, e a movimentação foi muito boa principalmente do Kelvin e do…Betinho. E essa movimentação foi muito importante para sairmos com essa grande vitória”.


Ficha Técnica:

Sobradinho 3×1 Gama
Quarta-feira, 22 de março de 2017
Estádio Mané Garrincha – Brasília/DF, 20h

Sobradinho:
Leonardo; Andrezinho, Baiano, Alex e China; Thiago, Péricles (Max), Gago e Paulo Henrique (Lucas); Kelvin (Wilker) e Betinho
Técnico: Augusto César

Gama:
Jorge; Marcos Baiano, Michel Jardim, Bronzatti e Felipe Assis (Kaká); Baiano, Éverton, Glaybson e Michel Pires (Carletti); Alvinho (Potita) e Lucas Victor
Técnico: Reinaldo Gueldini

Cartões amarelos: Baiano e Alvinho (Gam); Alex e Thiago (Sob)

Gols: Kelvin (22′ 1ºT), Alvinho (25′ 1ºT), China (31′ 1ºT) e Betinho (34′ 2ºT)

Comentários

comentarios