Em estreia do Lúcio, Gama perde por 3 a 0 para o Fortaleza

O Gama perdeu por três a zero na estreia do zagueiro Lúcio. Jogando pela primeira vez para sua torcida, o Periquito fez um bom primeiro tempo mas se perdeu em campo na segunda etapa, não conseguindo reagir ao placar adverso. 

O Periquito não conseguiu superar o adversário de série B que enfrentou no último amistoso antes do começo do Candangão. Com gols de Ligger, Gustavo Henrique e Paulo Sérgio, a Sociedade Esportiva do Gama entrará em campo no próximo domingo preocupada com a imagem que passará aos torcedores.

Goleiro criticado
A torcida gamense passou a pegar no pé do goleiro titular após dois lances que resultaram em gol do adversário. Com apenas seis minutos com bola rolando, o goleiro Victor Brasil falhou feio, espalmando a bola para dentro do gol.

Apenas 20 minutos após a falha, o atacante Gustavo Henrique viu o goleiro gamense adiantado e bateu de fora da área por cobertura, sem chances para Victor Brasil que ainda tentou correr para alcançar a bola. 

Destaque em campo
O atacante Fernandinho foi aplaudido ao sair de campo. Com perfil driblador, o atleta se destacou na partida com um chute no travessão e boas armações de jogada. O jogador se disse feliz de poder mostrar à torcida seu estilo de jogo. “Foi uma partida boa, foi um bom teste contra um time estruturado, um time forte. Fiquei feliz de ter sido saudado, é importante criar essa identidade com a torcida”, afirmou.

Fernandinho ainda falou sobre a oportunidade de jogar ao lado do zagueiro Lúcio e de ter enfrentado a equipe treinada pelo ex-goleiro Rogério Ceni. “Eles estão na estrada há muito tempo, é uma honra ter essa oportunidade, eu era criança e acompanhava eles na seleção brasileira. Eu estava sentado aqui vendo as entrevistas deles e relembrando da minha infância”, contou.

Valeu a experiência

Lúcio gostou da experiência de voltar a campo | Foto: Sérgio Vinícius (BloGama.Net)

Questionado sobre a derrota por 3 a 0 para o Fortaleza, o zagueiro e capitão Lúcio minimizou o placar da derrota, destacando a importância do amistoso para a preparação do Gama para o Candangão 2018. “Foi uma volta boa aos gramados, fiquei feliz de jogar os 90 minutos e feliz de reencontrar o Rogério Ceni. Me senti bem de estar em campo. Valeu como teste, valeu a experiência. Fiz alguns bons desarmes, saí jogando em alguns lances e gostei de estar em campo hoje”, explicou o único jogador do pentacampeonato da Seleção Brasileira em atividade.

Técnico do Fortaleza, o ex-goleiro Rogério Ceni ressaltou que Lúcio é um jogador diferenciado e ainda tem a contribuir com o futebol brasileiro. “Ele sempre foi um cara sensacional, atleta de alto nível e muito dedicado. Sempre trabalhou firme. Poucos chegam à odsde dele jogando com essa intensidade de jogo, com essa vontade de jogar futebol e na boa forma em que ele está”, elogiou Ceni.

De olho no Candangão
O Gama agora volta todas as suas atenções para o Candangão 2018. A estreia do alviverde será contra o novato Bolamense próximo domingo (21/01) no estádio Bezerrão às 17h. 

 


 

FICHA TÉCNICA

Estádio Bezerrão, 16h45
Sábado, 13 de janeiro de 2018
Gama 0x3 Fortaleza

Público presente: 3.905
Público pagante: 3.120
Renda: R$ 76.640,00

Escalações:

Gama
Victor Brasil; Murilo (Marcos Douglas), Lúcio, Jacó, Rafinha; Judvan Lucas (Wagner), Tarta (Gleissinho), Robston (Santos), Fábio Gama; David Dener (Diego) e Fernandinho (Almir Dias)
Técnico: Carlos Alberto Dias

Fortaleza (Time inicial)
Marcelo Boeck; Felipe, Jussani, Ligger, Leonan; Anderson Uchôa, Igor, Pablo, Alípio, Léo Natel e Gustavo
Técnico: Rogério Ceni

Comentários

comentarios