Fim da linha para o Gato Preto

A história do Ceilândia na série D de 2017 acabou e sem final feliz. Jogando na Arena das Dunas diante de um grande público, o Gato perdeu novamente para o América-RN e deu adeus às chances de acesso. Assim como em 2016, o time candango é eliminado nas oitavas de final.

Desta forma o Distrito Federal passará mais um ano sem representante na série C. Em 2018 o Ceilândia terá nova oportunidade já que foi vice campeão candango em 2017 (o Brasiliense é o outro).

O Ceilândia não foi nem de longe a equipe que demonstrou bom futebol no Abadião. Nervoso, o time de Adelson de Almeida entrou perdido em campo e levou o primeiro gol com apenas 30 segundos de jogo. Após falha bisonha do zagueiro Pedrão, a bola sobrou nos pés do atacante Tadeu que chutou rasteiro e abriu o placar favorável ao América.

Totalmente dominado pelo adversário, o Ceilândia levou o segundo gol aos 40 minutos. O volante Sidney arriscou um chute despretensioso da lateral direita, a bola desviou em Pedrão e Arthur aceitou.

Somente no segundo tempo o Ceilândia acordou e foi pra cima do adversário. Logo no início da etapa complementar Pedrão escorou de cabeça cobrança de escanteio e a zaga salvou em cima da linha. A esperança de reação viria aos 7 minutos quando Carlos Henrique recebeu passe na entrada da meia lua e chutou rasteiro no canto direito do goleiro Fred.

Mas a reação parou por aí. Sem poder ofensivo o time não conseguiu se impor e o jogo terminou 2×1 para os mandantes. O Ceilândia volta a atuar agora somente em 2018 visando a disputa do Candangão.

Comentários

comentarios