Gama goleia em jogo-treino no Bezerrão

Foto (Divulgação/Gama)

Para seguir em ritmo intenso após o adiamento da partida contra o Sobradinho, pela 5ª rodada do campeonato local, o Gama realizou um jogo-treino na manhã deste sábado (25), no estádio Bezerrão, diante do Samambaiense, equipe que irá disputar a Série B do Candangão em 2017. O resultado foi uma goleada alviverde: 4 a 0, com gols de Lucas Victor (2), Roberto Pítio e Michel Pires.

O Gama iniciou a partida com o ‘time B’: Jorge Miguel; Tadeu, Lúcio, Michel e Jeferson Paulista; Lucas Dias, Rafael Carlleti e Thiago Coimbra; Alvinho, Lucas Victor e Maycon Douglas.

Com o estilo habitual mostrado nas partidas do Candangão, o Gama começou a partida insistindo nas bolas cruzadas na área. Aos 6 minutos, Jeferson cobrou falta para Michel cabecear com perigo, a esquerda do gol. Aos 17, Alvinho recebeu lançamento pela esquerda e carimbou a trave, mas o assistente assinalou impedimento.

E foi com Alvinho as melhores jogadas. Presente na partida, o atacante fazia o jogo fluir pela esquerda. Aos 22, Alvinho arrancou pela esquerda e passou para Thiago Coimbra, o filho de zico driblou o zagueiro e, de frente para o gol, finalizou em cima do goleiro. Pouco depois, em cruzamento de Maycon, Alvinho apareceu dentro da área, para defesa difícil do goleiro adversário.

O gol saiu em cruzamento de Maycon para Lucas Victor, que só escorou para o fundo das redes. O Gama seguiu acreditando nas bolas cruzadas na área, antes do intervalo Michel e Jeferson Paulista pararam nas boas defesas do goleiro adversário.

Para o segundo tempo, a formação do alviverde foi: Maringá; Dudu Gago, Bronzatti, Dudu José e Kaká; Everton, Glaybson, Michel Pires e Gordo; Potita e Roberto Pitio.

O Gama entrou massacrando o adversário. Antes dos 2 minutos, Michel Pires costurou a zaga do Samambaiense e desceu um canudo de fora da área, sem chances para o goleiro. Gama 2 a 0. Não demorou e veio o terceiro, aos 4, em cobrança de falta ensaiada, Potita rolou para Roberto Pítio bater no canto, a bola ainda tocou na trave e morreu no fundo do barbante.

O alviverde seguiu dominante, mas deu uma desacelerada. Presente nas bolas paradas e bem na armação, o meia Gordo foi um dos destaques no segundo tempo. Gueldini promoveu várias substituições, incluindo a volta de jogadores que atuaram no primeiro tempo.

Aos 47, Tadeu (que havia voltado a campo) foi desarmado próximo a área, o atacante do Samabaiense, de frente para o goleiro, demorou e finalizou fraco, a bola passou por Maringá mas a zaga se recompôs e salvou, em seguida, aos 49, Lucas Victor fechou o caixão, escorando cruzamento da esquerda. O árbitro encerrou a partida aos 59 minutos. Final: Gama 4 a 0 Samambaiense.

A volta de Rafinha

Quase um ano sem jogar, Rafinha voltou a atuar pela lateral esquerda gamense. Ainda sem ritmo, o atleta mostrou a disposição que lhe é característica e foi bem, neutralizando as jogadas do adversário pela lateral e subindo ao ataque. A expectativa que Rafinha esteja disponível para jogos oficiais já nas próximas rodadas.

Jogadores no DM

O zagueiro Pedrão, lesionado desde a partida contra o Brasília, pela 3ª rodada, foi um dos poupados na partida contra o Samambaiense, bem como Marcos Baiano, Paulinho Fernandes, Felipe Assis e Baiano, que sentiram durante os treinos. Todos esses atletas são dúvida para a próxima partida do alviverde, contra o Paranoá, na próxima quinta-feira (2/3), pela 6ª rodada do Candangão.

Comentários

comentarios