Gama vence o Brasiliense e abre vantagem na final

Jogadores comemoram o gol marcado por Emerson no segundo tempo | Foto: Bianca Farias (BloGama.Net)

No primeiro jogo da final do Candangão 2019 com os dois maiores time do DF, o Gama não deu chances para o rival amarelo e venceu o arquirrival Brasiliense por 3 a 1.

Com maioria esmagadora da torcida nas arquibancadas, os jogadores do Gama foram empurrados pelos torcedores a todo momento. O clima de festa contagiou os jogadores e o que se viu em campo foi o Gama com um futebol redondo, troca de passes rápida e o time muito ofensivo.

Logo no início do jogo, com apenas um minuto de bola rolando, o Gama teve uma falta a seu favor. Nunes foi derrubado na entrada da área mas a cobrança foi para longe.

O Gama abriu o placar com apenas 14 minutos de partida. Vitor Xavier tabelou com Tarta e deu um belo chute no canto esquerdo do goleiro Felipe. A bola fez uma suave curva e balançou as redes.

A torcida alviverde não teve muito tempo para comemorar, o Brasiliense chegou ao empate apenas cinco minutos após o golaço de Xavier. O lateral Alex Murici cobrou falta na área, a bola passou de todo mundo, quicou na pequena área e beijou o travessão, Badhiuga aproveitou a sobra e marcou o gol do Brasiliense. Gama 1×1 Brasiliense.

Após o empate o jogo ficou mais equilibrado, com jogadas perigosas dos dois lados. O Gama retomou o controle da partida quando o relógio já se encaminhava para o final do primeiro tempo. Aos 36 minutos ainda da primeira etapa, Jefferson Maranhão apareceu para deixar o Periquito à frente do placar novamente. 

Mandando no jogo
O Gama manteve o bom ritmo na volta do intervalo. Os jogadores alviverdes não deixaram o Brasiliense oferecer risco à meta de Rodrigo Calaça.

Foi aos 20 minutos da segunda etapa que o Gama fechou o placar. O zagueiro Emerson subiu mais que a zaga adversária em bola alçada na área e guardou o terceiro gol do Gama. 

Vantagem
Com a vitória por 3 a 1, o Gama chegará ao segundo jogo da final podendo empatar ou perder por até um gol de diferença que garante o título do Candangão 2019. Apesar do bom cenário, o atacante Jefferson Maranhão afirmou, em entrevista ao Correio Braziliense, que o time está com os pés no chão. “A empolgação, a gente deixa para a torcida. Precisamos de ter muito cuidado, trabalhar sério e ter os pés no chão para chegarmos tranquilos na semana que vem. Nossa defesa é muito efetiva e isso nos deixa tranquilos. Mas não tem nada ganho”, disse.

 


Ficha Técnica:

Gama 3×1 Brasiliense
Campeonato Candango de 2019
14 de abril de 2019
Estádio Mané Garrincha, 16h

Gama
Rodrigo Calaça; Felipe Tavares; Gusttavo, Emerson; Mário Henrique; Wagner Balotelli, Tarta, Gilsinho (Samuel); Jefferson Maranhão, Vitor Xavier (Wisman) e Nunes (Filipe Werley)
Técnico: Vilson Tadei

Brasiliense 
Felipe; Alex Murici; Wallace, Badihuga; Gleissinho; Dudu, Geovane (Emerson); Maykon Leite (Vitor Mariano); Gilmar, Almir (Peninha) e Romarinho
Técnico: Ricardo Antônio

Gols: Vitor Xavier (GAM 1ºT 14′), Badhiuga (BSE 1ºT 18′), Jefferson Maranhão (GAM 1ºT 36′) e Emerson (GAM 2ºT 20′)
Cartões amarelos: Wagner Balotelli (GAM), Gusttavo (GAM), Alex Murici (BSE) e Geovane (BSE)
Público e renda: 9.040 pagantes (R$ 108.434,00)

Árbitro: Christiano Gayo
A1: José Reinaldo
A2: Renato Gomes 
Quarto Árbitro: Anderson Bassoto 
Quinto Árbitro: Milton Alves 
Inspetor: Cleiton Pereira 
Delegado: Walério Reis 

Comentários

comentarios