JOÃO PAULO: “obrigação de levar esse título estadual de 2019”

O BloGama entrevistou o zagueiro João Paulo. O xerife que se tornou ídolo mostrando muita vontade e técnica em campo, foi vice-campeão da copa verde em 2016 e ajudou o Gama a fazer uma de suas melhores campanhas na Copa do Brasil. João Paulo recusou algumas propostas superiores, como a do UITM FC da Malásia, que ofereceu contrato de 10 meses e salários bem superiores à realidade do clube,  e aceitou vir para o alviverde visando ser campeão e garantir calendário em 2020. Ele nos falou sobre seu início de carreira e seu amor pela Sociedade Esportiva do Gama.

BG: Como foi seu início de carreira?
JP: Meu início da carreira foi já com bastante experiência, sai da base da S.E Palmeiras onde fiquei por 6 anos e fiz meu primeiro campeonato como profissional no S.C Freamunde de Portugal, onde fui muito feliz.

BG: Qual o clube mais marcante da sua carreira?
JP: Se chama S.E Gama

BG: Torce por algum clube? Qual e por quê?
JP: Sim. Eu torço para o maior do DF, se chama S.E. Gama. Porque as pessoas dessa cidade me tratam como um membro da família , aqui eu me sinto em casa.

BG: Qual foi o momento mais marcante na sua passagem pelo Gama?
JP: O momento mais marcante foi a final da copa verde em 2016, onde conseguimos vencer Paysandu com um jogador a menos. Eu vi nosso time lutar e se entregar, e a nossa torcida não se calou 1 minuto, mesmo quando tomamos o primeiro gol. Esse foi o jogo mais marcante na minha primeira passagem.

BG: O que te fez voltar a vestir a camisa do Gama?
JP: O que me fez voltar a vestir a camiseta foi a obrigação de levar esse título estadual de 2019 e dar calendário ao nosso clube.

BG: Fale sobre seu sentimento pelo Gama, o que levou a fazer essa tatuagem que leva o escudo do clube?
JP: Foi o respeito que tenho por essa instituição, por cada morador e torcedor dessa cidade. Mas o mais importante é se entregar em campo e levar alegrias para todos.

BG: Quando encerrar sua carreira, pensa em exercer algum outro papel no clube?
JP: Quando eu parar eu quero sim exercer uma função dentro do Gama, por que não “presidente”? Eu sempre sonhei alto.

BG: Qual seu sentimento ao ver a sua bandeira estendida?
JP: Sem explicação… é uma motivação e responsabilidade a mais que levo comigo, onde o respeito e o “sentimento jamais se acabará”

BG: Dê o seu recado para a torcida.
JP: Acredite no nosso elenco, nos motive todos os jogos , que vá ao bezerrão levem as crianças, os idosos, as mulheres, o branco, o preto, o vermelho… “todos” para ver nosso Gama em campo… que “jogaremos por nós e venceremos por vocês”.

Comentários

comentarios