Juiz interdita Bezerrão

Mais uma notícia dura para o Gama e também para o futebol candango. O Procurador Geral do Tribunal de Justiça Desportiva do DF Lourival Moura e Silva expediu liminar interditando o estádio Walmir Campelo Bezerra para todos os eventos de futebol.

A medida atinge em cheio o Gama, Paranoá, Santa Maria e a Federação Brasiliense de Futebol que utilizam o local para jogos do Campeonato Candango e Primeira Liga. A medida foi uma resposta aos atos de violência ocorridos no estádio Bezerrão durante o clássico Gama x Brasiliense.

O prazo de interdição não foi exposto claramente. Apenas que o estádio está interditado “até que sejam apresentadas soluções que garantam a completa segurança no estádio, seja em relação à própria infraestrutura da arena, seja em relação à protocolos de segurança específico para aquele estádio” conforme constam nos autos.

Para o periquito não há um grande prejuízo no momento já que jogará as duas próximas rodadas fora de casa (Paracatu e Ceilândia). Somente na última rodada (01 de Abril) é que o Gama voltaria a atuar em seus domínios para enfrentar o Real F.C. Tempo suficiente para buscar uma solução jurídica ou atender ao exposto pelo Tribunal.

 

Comentários

comentarios