Não é bem assim…

O Presidente do Gama Weber Magalhães concedeu entrevista à Rádio DF10 durante o programa Bola na Rede que vai ao ar diariamente das 18 às 19 horas. Em entrevista concedida ao repórter Sérgio Porto, o mandatário alviverde não confirmou o nome de Vilson de Sá como Diretor de Futebol do Gama: “O Vilson está conosco mas ainda não é Diretor de Futebol. Estamos contando com a ajuda de muitas pessoas. O Vilson de Sá está conosco nos ajudando muito e está por dentro de tudo que está acontecendo e está junto conosco”. disse o mandatário.

As palavras do presidente contradizem o que foi falado em reunião de Diretoria ocorrida no último dia 10 de Agosto. Na ocasião, o Presidente teria comunicado que Vilson seria o novo Diretor de Futebol do Periquito e que Erick Moura e Antônio Caputo ambos indicados por Vilson ganhariam cargos no clube. Apesar disso o nome do ex-dirigente (ou atual) não foi confirmado publicamente.

O próprio Vilson de Sá foi entrevistado na sequência e admitiu estar trabalhando no clube amparado pelo Presidente ainda sem cargo definido: “Atendi um chamado do presidente e estou aqui já trabalhando. Estamos começando a levantar detalhes sobre o clube. Ainda não foi definido que atuarei como diretor de futebol do Gama. Estou aqui disposto a colaborar com o clube, pois acima de tudo sou torcedor gamense. Estive aqui em 2015 e 2016 e ajudei a formar o time. Quero também colaborar desta vez” disse.

Vilson também desconversou sobre a possível indicação de Carlos Alberto Dias para o cargo de técnico do Gama para 2018. Afirmou que não tem aval financeiro para fazer as contratações mas sinalizou que alguns atletas desta temporada deverão voltar para recompor o time: ” Ainda não temos definições nenhuma sobre comissão técnica, pois precisamos saber com que recursos o presidente Weber vai poder contar. Alguns jogadores que estiveram conosco estão nos procurando para retornarem. Algumas pendências com atletas estamos resolvendo”.

 Aparentemente a não confirmação de Vilson na Diretoria de Futebol é política, já que parte da Diretoria apoiava o nome do bicampeão candango Rodrigo Lima para o cargo. Oficialmente quem responde pela área do futebol do Gama é Paulinho Araújo. O Presidente Weber Magalhães teria dito que o planejamento do futebol do Gama se iniciaria em setembro.

Enquanto isso, o clube ainda deve salários para atletas, comissão técnica e pessoal de apoio relativa à temporada deste ano onde o Gama não passou da humilhante quinta colocação. Fora de competições nacionais, o clube tem apenas o Campeonato Candango de 2018 para disputar e sonha com pelo menos o Vice-Campeonato para poder disputar Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da série D em 2019. A última participação do Periquito na série D foi em 2015 quando foi eliminado ainda na primeira fase. 

Comentários

comentarios