Pitio e companhia passam por cima do Paranoá em noite de festa

Roberto Pitio marcou três dos cinco gols do Gama | Foto: Marcelo Gonçalo (BloGama.Net)

Com três gols e uma atuação impecável, o centroavante Roberto Pitio foi o principal nome do Gama dentro de campo na noite da última quinta-feira. O Periquito não deu espaço ao Paranoá e fechou a noite aplicando uma goleada de 5 a 0, retornando à segunda colocação do Candangão 2017.

O Gama começou o jogo de forma lenta mas mesmo assim abriu o placar aos 16 minutos de jogo. Baiano cobrou escanteio no primeiro pau e Dudu José cabeceou firme contra o gol de Rodolfo.

Pressão dos visitantes
Mesmo com o gol no início do jogo o Paranoá não se mostrou intimidado. O time azul e amarelo fazia uma marcação forte no campo de ataque e o alviverde só conseguia chegar ao ataque em jogadas rápidas.  Apenas dois minutos depois de ter tomado o gol, o meia Wisman teve a chance de empatar o jogo. O jogador paranoaense recebeu a bola sozinho na grande área e chutou muito mal por cima da trave. 

Uh, tá maneiro, o Pitio é artilheiro
Roberto Pitio recuperou um antigo canto da torcida gamense. A apresentação de gala do centroavante começou a ser coroada no último minuto da primeira etapa. Michel foi lançado na entrada da área, o goleiro adversário fez o abafa e a bola sobrou próximo à meia-lua. Roberto Pitio chegou dando um toque de cobertura e aumentou o placar para o Gama. 

Na segunda etapa, Pitio marcou mais duas vezes. Com 29 minutos passados ele soltou um belo chute de fora da área e a bola entrou no ângulo direito do goleiro Rodolfo, sem chances de defesa. Apenas cinco minutos depois o atacante levou a torcida ao delírio em rebote de escanteio, marcando o quarto gol gamense e o terceiro dele no jogo. 

Dudu Gago foi o responsável por fechar o caixão azul e amarelo. Aos 44 minutos do segundo tempo, o lateral gamense tomou a bola no meio de campo, tabelou com Michel e bateu cruzado, foi o quinto gol do Gama na partida. 

14 anos de moral
A torcida organizada Ira Jovem Gama completa hoje 14 anos de existência. A torcida atualmente é a única organizada do clube e se fortaleceu ao longo do anos, evoluindo em organização e qualidade dos materiais. A Sociedade Esportiva do Gama homenageou a Ira Jovem no intervalo da partida com uma placa de agradecimento à fidelidade ao clube. 

“Cobrança é normal”
De acordo com o técnico Reinaldo Gueldini, é normal que a torcida do Gama cobre bons resultados por ser presente e ativa. “A gente sabe que a torcida do Gama cobra muito mas ela vem aqui no Bezerrão e ela tem todo o direito de cobrar. Chegaram alguns jogadores atrasados, estamos dando oportunidade a alguns e ainda não achamos a melhor formação porque isso depende dos jogadores, não é do treinador. Trabalhamos não é com o que eu quero, é com o que eu tenho na mão pra fazer funcionar. Hoje acertamos o pé e as coisas saíram bem”, afirmou o treinador gamense.

Para o goleiro do Paranoá, Rodolfo, o time pecou na busca de oportunidades reais quando estava bem na partida. “Nosso time começou o jogo bem, colocando a bola no chão, mostrando que não somos time de chutão. Sabíamos que ia ser um jogo muito difícil aqui dentro (do Bezerrão) com torcida, os jogadores (do Gama) pressionados e querendo mostrar alguma coisa. No primeiro tempo tomamos dois gols e deu um banho gelado na gente”, explicou o arqueiro. 

“A santinha perdeu o juízo, tomou uma e já ficou louca”
Humilde, o artilheiro da noite foi curto na declaração ao fim da partida e quando questionado por Danny Pança para a escolha de uma música por ter marcado três gols, apontou um dos hits do Carnaval 2017 como homenagem a todo o elenco gamense por ser a música mais escutada pelo grupo no vestiário antes e depois dos jogos. “O mais importante foi a vitória, a música fica a critério da equipe. A gente tem escutado bastante a música do Léo Santana, a Santinha. Fui feliz e fiz três gols mas o que importa mesmo é que nós hoje conquistamos a vitória”, finalizou o jogador.

 

Música escolhida por Roberto Pitio:

 

 


Ficha Técnica

Gama 5×0 Paranoá
Quinta-feira, 02 de março de 2017
Estádio Bezerrão, 20h

GAMA:
Maringá; Dudu Gago; Bronzatti, Dudu José; Kaká (Felipe Assis); Baiano, Everton, Glaybson (Rafa Carletti), Michel; Potita (Alvinho) e Roberto Pitio
Técnico: Reinaldo Gueldini

PARANOÁ:
Rodolfo; Madruga; Guto, Falcão; Zumba; Grafite, Paulo, Kayro, Wisman (Felipe); Igor (J. Mateus) e Kabilla (Juan Carlos)
Técnico: Rol Faúla

Cartões amarelos: Dudu Gago (Gam), Kaká (Gam), Baiano (Gam), Grafite (Par), Madruga (Par) e Guto (Par)
Gols: Dudu José (16′ 1ºT), Roberto Pitio (44′ 1ºT; 29′ e 34′ 2ºT), Dudu Gago (44′ 2ºT)

Público total: 1.609
Pagantes: 1.307
Sócios: 103
Cortesias: 199
Renda: R$ 14.680,00

 

Lance a lance (transmissão do twitter @sigablogama):

1º Tempo:

1T 16′ – GOOOOOOL DO GAMA. Baiano cobrou escanteio, Dudu José subiu mais que a zaga e cabeceou pro gol.

1T 18′ – A zaga do Gama bobeou, a bola sobrou para Wisman sozinho na grande área, o meia paranoaense chutou mal por cima do gol de Maringá.

1T 32′ – Glaybson cortou pro meio e chutou mal ao gol.

1T 37′ – O Paranoá imprime marcação forte no campo de ataque e o Gama só sai para o ataque em jogadas rápidas.

1T 38′ – Pitio toca para Baiano que na marca do pênalti passou para Potita. O atacante gamense bateu cruzado e a bola raspou a trave.

1T 44′ – GOOOL DO GAMA. Michel foi lançado mas não chegou na bola, que sobrou para Roberto Pitio. O atacante gamense tocou por cobertura.

 

2º Tempo:

2T 2′ – Wisman soltou uma bomba de fora da área, Maringá espalmou e a zaga gamense aliviou o perigo.

2T 11′ – Gago cruzou baixo. A bola passou por toda área e sobrou p/ Pitio. O centroavante gamense bateu colocada e passou mt perto da área.

2T 29′ – GOOOOOL DO GAMA. Roberto Pitio bateu de fora da área e a bola entrou no canto direito do goleiro.

2T 34′ – GOOOOL DO GAMA. Roberto Pitio pegou rebote de escanteio e marcou o terceiro dele na partida. Gama 4×0 Paranoá

2T 44′ – GOOOOOOL DO GAMA. Dudu Gago chegou pela direita e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Rodolfo. Gama 5×0 Paranoá

Comentários

comentarios