Pra seguir na liderança

Expulso, Gueldini também fica de fora do jogo deste sábado

O Gama enfrenta o Real F.C. neste sábado (01) longe de seus domínios a fim de cumprir a primeira das cinco perdas de mandos de campo impostas pelo TJD-DF. O local escolhido pela diretoria alviverde é o estádio Mané Garrincha, palco da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016.

Em 2017 o Gama jogou uma única vez no estádio localizado no eixo monumental de Brasília. E a lembrança não é nada agradável: derrota por 3×1 para o Sobradinho, única sofrida pelo periquito até hoje. A distância de sua “casa” não é o único problema a ser enfrentado pelo Gama nesta rodada. O experiente volante Baiano tomou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Outro que também não poderá atuar é o técnico Reinaldo Gueldini que foi expulso no jogo passado contra o Ceilândia e terá que cumprir suspensão.

Por outro lado, o time vai poder contar com os seis jogadores que foram penalizados pela briga no clássico diante do Brasiliense. Com os três jogos de suspensão já cumpridos, o Periquito vai poder contar com os retornos do goleiro Maringá, do lateral direito Dudu Gago, do volante Eduardo e dos atacantes Paulinho Fernandes, Raone e Roberto Pitio.

Já o adversário do Gama está em situação perigosa na tabela de classificação. Mesmo com investimentos de times grandes para os patamares candangos, o caçula candango começou na liderança do campeonato mas foi perdendo contato com os times de cima. Hoje ocupa sétima colocação e dependendo dos resultados pode até ficar de fora da segunda fase. Por este motivo o jogo ganha contorno de decisão para as pretensões do Real.

Para este jogo o técnico Luiz Carlos não poderá contar com o zagueiro Raphael Andrade expulso na partida passada diante do Taguatinga. As opções são Hyago e Vitor Hugo. Gama e Real se enfrentam neste sábado às 15:30 no estádio Mané Garrincha. 

SERVIÇO

GAMA X REAL

Estádio Mané Garrincha dia 01/04/2017 às 15:30h

Ingressos: R$ 15,00 (Meia Entrada)

Arbitragem: Sávio Sampaio (J), Lucas Modesto (A1) e Leila Cruz (A2);

 

GAMA: Maringá; Dudu Gago, Pedrão, Bronzatti e Felipe Assis; Eduardo, Glaybson, Everton e Michel Pires; Alvinho (Potita) e Roberto Pitio

Técnico: Reinaldo Gueldini

REAL: Léo Rodrigues; Dedê, André, Hyago (Vitor Hugo) e Marquinhos; Pedro Ayub, Sandy, Kaio e Dudu; Jorginho e Giba

Técnico: Luiz Carlos Souza

Comentários

comentarios