Precisando vencer, Gama vai ofensivo contra Paracatu

Foto: Romer Borges

O que não faltou foi problema para o time do Gama nesta última semana. A derrota para o Paracatu no último domingo implodiu as bases do clube e forçou a Diretoria Gamense a tomar medidas drásticas. A primeira foi a demissão do técnico Reinaldo Gueldini que estava no cargo desde julho do ano passado (como auxiliar técnico entrou no final de 2015 fazendo parte da comissão técnica do italiano Amedeo Mangone).

A barca na Comissão ainda zarpou com o auxiliar Jonhes Santos e o Preparador Físico Saulo Rodrigues. Restou à Diretoria efetivar o segundo auxiliar técnico Glauber Ramos (que também é treinador dos Juniores) como treinador até o final do candangão. Jean Carlos assumiu o papel de Preparador Físico principal. A crise não chegou ao Preparador de Goleiros Gilberg Silva e nem ao Departamento Médico.

Para completar o zagueiro e capitão da equipe Pedrão foi expulso por agredir o lateral Magal do Paracatu jogo passado e não poderá atuar no jogo deste domingo. O jogador deverá pegar um gancho maior do TJD que já está cansado de julgar casos do Gama.

Falando em TJD, faltou muito pouco para que o Periquito fosse ainda mais desfalcado ainda para o segundo jogo das quartas de final. Isto porque o Pleno do TJD decidiu aumentar as penas dos jogadores de Gama e Brasiliense que se envolveram no quebra pau do último clássico. Por sorte o Departamento Jurídico trabalhou muito e conseguiu um efeito suspensivo permitindo que o novo treinador tenha todo o elenco à disposição.

AUXILIAR GANHA CHANCE

Nascido e criado no Gama, o novo técnico Glauber Ramos foi revelado nas categorias de base do alviverde mas como jogador não teve muito sucesso. Antes de comandar os times de base do clube (Juvenil e Juniores), Glauber foi auxiliar técnico de Augusto César no Botafogo-DF (aquele do Diogaço de 2011) e no Gama de 2012. Depois juntamente com Augusto assumiu as equipes de base do Goiás-GO onde foi vice-campeão da Copa São Paulo de 2013.

Apesar de muita experiência na base, o Gama será o primeiro time profissional que Ramos irá comandar. E agora à frente do maior clube de futebol do DF o técnico rasgou o esquema de três volantes utilizado pelo seu antecessor. Precisando de gols e já esperando uma grande retranca por parte do time mineiro, Glauber escalou um time muito ofensivo no último treino realizado no estádio Bezerrão. Alguns torcedores tiveram um bate-papo com o grupo falando sobre a necessidade de vencer o adversário e garantir calendário para o ano que vem.

Gama e Paracatu se enfrentam neste domingo (16) às 15:30 no estádio Mané Garrincha. Os ingressos custam R$ 10,00 e estarão à venda na bilheteria do estádio. Mais cedo, Sobradinho e Santa Maria decidem a outra vaga para as semifinais.

SERVIÇO

GAMA X PARACATU

Estádio Mané Garrincha dia 16/04/2017 às 15:30h

Ingressos: R$ 10,00

Arbitragem: Almir Camargo (J), José Reinaldo (A1) e Ciro Chaban (A2);

GAMA: Maringá; Dudu Gago, Eduardo, Bronzatti e Felipe Assis; Baiano, Michel Pires, Gordo e Alvinho (Potita); Roberto Pitio e Lucas Victor

Técnico: Glauber Ramos

PARACATU: Jordan; Renato, Breno, Humberto e Paulinho; Léo Cruz, Diego, Caio Cabecinha e Carlos Henrique; Dim e Cleiton Junior

Técnico: Rubio Guerra

 

Comentários

comentarios