Queda de produção preocupa torcida

Gama não vence a três partidas e só empatou com Real na última rodada. Foto: Ricardo Botelho/Real F.C.

O Gama vai à Paracatu neste final de semana com time completo em partida válida pelas quartas de final do Candangão 2017. A equipe alviverde comandada pelo técnico Reinaldo Gueldini enfrenta o Paracatu no precário estádio Frei Norberto que pertence ao União FC. Será a primeira das duas partidas decisivas que levarão o vencedor do duelo à vaga nas semifinais do Campeonato.

Com um dos melhores (e maiores) elencos entre os times que disputam o Candangão, o time alviverde entra na reta final em baixa. Depois de figurar na vice-liderança com dois jogos a menos que o arquirrival Brasiliense, o periquito teve chances de recuperar a liderança mas acabou perdendo feio para o Sobradinho (3×1).

Uma nova oportunidade surgiu quando o Gama foi ao Abadião para enfrentar o Ceilândia. O time até saiu na frente, mas permitiu o empate do adversário no final do jogo. O suado ponto conquistado levou o time à liderança do campeonato com 21 pontos, mesma pontuação do Brasiliense porém com melhor saldo de gols. Ambos os tropeços não foram motivo de grandes preocupações já que o time ainda se ressentia dos jogadores suspensos pelo quebra-pau no clássico.

Bastava ao Periquito uma vitória na última rodada diante do novato Real no estádio Mané Garrincha (nova casa do Gama já que o time foi punido com 5 mandos de campo pelo TJD). Com time completo (exceto o volante Baiano suspenso pelo terceiro cartão amarelo), o Gama mais uma vez saiu na frente aproveitando erros bobos da defesa do Real. Porém mais uma vez permitiu o empate e acabou caindo para a terceira posição na tabela. Além da tradicional “perseguição” da torcida ao lateral esquerdo Kaká (que jogou improvisado de volante), os novos alvos agora são o volante Éverton e o atacante Potita. O volante inclusive “homenageou” a torcida ao ser substituído no segundo tempo com uma irônica salva de palmas.

A outra preocupação da torcida se refere à parte financeira do clube. Segundo notícias de bastidores, os salários dos funcionários do clube estão com vários dias de atraso e não há previsão de quitação por parte do clube. O Gama que até o momento não tem patrocinadores em sua camisa de quebra perdeu receita com a ida forçada ao Mané Garrincha: apenas 475 torcedores pagaram ingressos para assistir o jogo passado, coisa rara no clube que costuma receber público dez vezes mais maior no Bezerrão.

Quem acabou se dando bem no entanto foi o meia Gordo. Principal jogador do Santa Maria da temporada passada, o meia que não tem prestígio junto ao treinador acabou ganhando a titularidade graças à contusão de Michel Pires e à pouca produção ofensiva de Jeferson Paulista. Gordo aproveitou bem a oportunidade e marcou os dois gols do time contra o Real.

Com o retorno de Baiano, Alvinho e Michel Pires, o técnico Reinaldo Gueldini terá todo o elenco à sua disposição. A dúvida será sobre o uso do contestado trio de volantes no esquema de jogo. As dúvidas somente serão dirimidas nos treinamentos da semana.

Comentários

comentarios