Real bate Cruzeiro de novo e é campeão invicto

Após pouco tempo de competição e muita polêmica, foi conhecido neste final de semana o campeão do Campeonato Candango de Juniores 2017. E quem acabou subindo ao lugar mais alto do pódio foi o Real que bateu o Cruzeiro novamente por 2×1 e garantiu o título invicto para o áureo-cerúleo.

Precisando de quatro gols para brigar pelo título, o Cruzeiro/GEC abriu o placar ainda no primeiro tempo. Cobrança de falta na área e Caio Carioca de cabeça desviou para fazer 1×0 à favor do Cruzeiro. Porém o Real respondeu aos 39′ quando Rangel puxou o contra ataque e tocou para Victor marcar o gol de empate.

O gol do Real esfriou os ânimos do Cruzeiro que apesar das modificações do técnico Pedrinho Granato não encontrou forças para reagir. O golpe final viria no segundo tempo. Após cobrança de escanteio, Keven testou firme para o fundo das redes do goleiro Guilherme virando o jogo para o Real, placar que ficou mantido até o final do jogo.

Emocionado, o técnico Evilásio de Almeida comemorou o título conquistado, o primeiro sob seu comando e da equipe criada ainda em 2017: “É isso aí, viemos focados, pessoas acharam que a gente estava muito no alto, de tamanquinho. Mas coloquei para eles que você tem que estar focado. Não adianta numa decisão porque nós abrimos um placar elástico que a gente iria sair do foco. Queria agradecer a Deus por este momento de estar aqui com vocês e acho que é um momento único, um momento que não volta mais. E quanto ao jogo, foi muito bom, o Cruzeiro valorizou a sua derrota aqui dentro num campo que não é muito bom para a duas equipes. E as coisas aconteceram do jeito que Deus queria. Eu só agradeço por ter participado desta competição, ter feito um grande trabalho e também valorizar essa equipe do Cruzeiro. O Pedrinho (Granato) está no início da carreira dele e eu espero que ele galgue e almeje coisas grandes na vida dele porque ele é um garoto, um grande rapaz, e a vida é assim. Disse pra ele, a vida a gente dá a volta por cima e isso é bom demais”.  

Pedrinho Granato – técnico do Cruzeiro/GEC – falou das dificuldades encontradas para realizar o trabalho e valorizou a conquista para a Taça São Paulo de 2018: “Rapaz, a gente trabalha aí o ano todinho para fazer um bom campeonato torcendo para que tudo dê certo, e a gente (chegar) a vaga na Copa São Paulo e numa final de campeonato é uma coisa extraordinária. Eu perdi a final mas estou feliz, estou na Copa São Paulo, meus meninos merecem estar onde eles estão, mostraram tudo o que tinham para mostrar. Espero fazer uma grande campanha na Taça São Paulo com um time muito qualificado. E vamos treinar cada vez mais para fazer uma excelente campanha”.

Comentários

comentarios