Real goleia Cruzeiro e fica perto do título

Leão do Vale aproveitou bem o fator campo e leva grande vantagem a seu favor na busca do título.

Depois de toda a polêmica em torno da desclassificação do Ceilândia nas semifinais, o Real dentro de campo mostrou toda a sua aplicação na primeira partida da final do Campeonato Candango de Juniores. Jogando no estádio Serra do Lago em Luziânia, o auri-cerúleo surpreendeu o até então invicto Cruzeiro/GEC com uma goleada por 4×0.

O jogo prometia ser bastante disputado mas o pequeno público que foi ao estádio viu um Cruzeiro superior em campo com mais posse de bola. O Real armado no contra ataque só precisou de 16 minutos para abrir o placar: o lateral esquerdo Paulo Victor recebeu passe pela esquerda, avançou para a área, cortou para a direita e chutou rasteiro no canto do gol de Guilherme.

O gol parece que desmontou o time do Cruzeiro. depois de ensaiar uma reação o Real chegou ao segundo gol: Rangel fez boa jogada pela esquerda, chutou para o gol e no rebote Victor bem colocado escorou para as redes.

No segundo tempo o panorama não mudou, o Cruzeiro tentava reagir mas deixava espaços para os contra ataques do Real. Aos 11 Rangel recebeu passe pela direita, e chutou cruzado para marcar o terceiro.

 Apenas dez minutos depois o oportunista Victor aproveitou sobra de bola e marcou o quarto gol. Com o resultado o Real pode perder por até três gols de diferença no jogo de volta que mesmo assim levantará a taça de campeão.

Após o apito final o técnico do Cruzeiro/GEC Pedro Granato reconheceu a superioridade do adversário mas acredita que pode devolver o placar no jogo no Ninho do Carcará: “O padrão de jogo nosso estava muito bem até os vinte minutos de jogo, mandamos no jogo mas eles acharam os gols. A transição nossa do ataque para a defesa foi muito ruim e acontece que nos contra ataques a equipe do Real tem qualidade. A gente foi infeliz, na hora de matar o Real teve 4 ou 5 chances e marcou quatro gols. Mas se eu for pensar no meu elenco nós podemos marcar cinco ou seis, nosso elenco é muito forte, temos qualidade para isso”.

Já o treinador do Real Evilásio de Almeida comemorou o resultado, mas pregou respeito ao adversário e já adiantou que jogará de modo diferente no jogo de volta da final: “Falei para eles (jogadores) que tínhamos que ficar focados. Nós jogamos num campo grande onde a gente sabe jogar e sabemos que vamos ter muitas dificuldades quando iremos jogar num campo pequeno, é um campo que eles conhecem melhor do que a gente. Ganhamos de 4 a 0 mas temos que estar focados do primeiro ao último minuto. Eles têm uma boa equipe e lá vamos jogar um pouco mais cautelosos. Não vai ser fácil, mas nós vamos brigar por este título”.

Cruzeiro/GEC voltam a se enfrentar no próximo sábado (9) às 10:30 no estádio Ninho do Carcará localizado no Cruzeiro.

Comentários

comentarios